Talvez você esteja lendo este texto na fila dos ingressos ou sentado num bar da cidade, ou quem sabe na escola, na rua, no ônibus ou nas salas do Usina. Esta mostra foi planejada para você. Este catálogo é o seu guia.

O Indie existe porque você e outras 20.000 pessoas lotaram todas as sessões em 2001 e 2002. É você nosso convidado ilustre: adulto, jovem, criança, estudante, cinéfilo, profissional liberal, professor, jornalista, músico, dona de casa, artista.

Em 2003, o Indie cresceu muito e traz 172 filmes, distribuídos em 9 programas e 137 sessões. Prevalece aqui um cinema de idéias, cultural, inventivo, mundial.

Duas grandes novidades vão marcar para sempre estes dias de mostra: o Música do Underground para o qual foram selecionados 98 trabalhos, entre videoclipes e documentários, que tem a música como centro das atenções. A mostra Kino que traz ao Indie, pela primeira vez, 3.000 crianças das escolas públicas de Belo Horizonte para sentir na pele como é se apaixonar pelo cinema.

Nas Retrospectivas, o Indie apresenta três grandes mestres do cinema mundial. Tarefa árdua escolher entre conhecer um pouco (ou rever) a alta informação estética de Godard, o fértil imaginário de Fellini ou a fase mexicana de Buñuel que mesmo sendo espanhol, fez a história do cinema deste país. Ou ainda, mergulhar no mundo latino do Cine México através de dez filmes produzidos na última década.

Mas o Indie pretende cumprir suas metas e mais novidades ficam por conta da Mostra Mundial: 10 países em 26 filmes inéditos na cidade. Não deixe de anotar que nesta seleção, 10 filmes franceses serão exibidos pela primeira vez no Brasil.

Programe-se para ser introduzido a idéia do cinema fantástico com quatro filmes inéditos numa sessão cult que vai do terror/suspense ao absurdo. E ainda, com grande destaque, o Indie Brasil apresenta 5 filmes da nova geração de reali-zadores brasileiros que estarão aqui para falar com você.

Ficou cansado ao imaginar quantas escolhas terá que fazer? Ou se a fila será muito grande... Mas pense bem, tudo isso com entrada franca, vai valer o seu esforço.

E precisamos de você, para prosseguirmos com esta idéia em 2004.