BH | SP - ENG | PORT

O programa Musica do Underground (MU), que acontece há 11 anos dentro do INDIE, traz uma seleção de documentários que abordam movimentos, história e cultura da música jovem, realizada para além da grande indústria, muitas vezes absorvida por ela. O recorte do MU 2011 se abre também para documentários sobre manifestações artísticas digitais e compartilhamento. O sueco “PressPausePlay” de David Dworsky & Victor Köhler questiona até que ponto o crescimento desta revolução digital é realmente uma cultura democrática que desenha hoje uma cultura independente e livre da indústria ou pura mediocridade.

Transgredir seu tempo. Deixar sua marca na história. Tornar-se lenda. No mundo da música estas são tarefas árduas que exigem genialidade e vanguardismo. “Everyday Sunshine: A História do Fishbone” de Lev Anderson e Chris Metzle, traz a potencialidade desta banda negra que embaralhou a cabeça de todos criando um crossover de rock, ska, funk. Elevar o nível do rock industrial do underground para o mainstream foi a tarefa do Ministry, contada em “FIX - The Ministry Movie” de Douglas Freel. Alien Jourgensen e sua turma levaram multidões a estádios e festivais para celebrar o caos. Com guitarras distorcidas, sintetizadores e um som visceral, o Ministry tornou-se uma banda seminal, influenciando uma geração de roqueiros que viriam a seguir.

A filosofia do DIY (Do It Yourself = faça você mesmo) é um dos alicerces do punk e está em dois documentários apresentados aqui. Em “Barulho e Resistência”, Francesca Araiza Andrade e Julia Ostertag registraram o movimento punk europeu que sobrevive ainda hoje com a mesma rebeldia. Já Kenneth Thomas traz em “Sangue, Suor e Vinil: DIY no Século 21”, um projeto inédito: 20 bandas, 3 selos, alguns artistas visuais e a “filosofia DIY”. Resolveram assim criar a sua própria cena e movimentar os seus ideais, sem a ilusão de esperar o grande contrato que nunca viria. Bandas: Neurosis, Isis, Godspeed You! Black Emperor, Pelican, Oxbow, Evangelista, Thee Silver Mt. Zion Memorial Orchestra, Cave In e muito mais.

Agora imagine... alguns punks estão ficando mais velhos e precisam inserir os filhos no “tal sistema” que sempre criticaram através de seu próprio comportamento e das músicas. Essas questões são o tema do filme de Andrea Blaugrund, “The Other F Word”. E falando nisso... A banda Os Inocentes está completando 30 anos e celebram com um curta-documentário de Carol Thomé e Duca Mendes. A história de uma das primeiras e mais importantes bandas de punk responsáveis pelo início do movimento no Brasil.

Mas o MU 2011 traz também os indies e poetas. Para tornar sua música mais orgânica, a banda dinamarquesa Efterklang e o diretor Vincent Moon vão para um ilha e convidam mais de 200 músicos locais, crianças e seus pais a participarem da gravação do seu álbum, criando um ambiente cheio de experimentalismo e colaboração. Todo este processo criativo da banda foi documentado em “Uma Ilha”. O diretor Peter Sillen registra a alma de uma das vozes poéticas mais celebradas de Seatle, Steven J. Bernstein (aka Jesse Bernstein). O doc "Eu Sou Secretamente Um Homem Importante" traz seus poemas e performances sobre a inquietude do poeta que influenciou o espírito do Grunge, movimento este que o mundo conheceu de forma arrebatadora. (Bruno Morais & F.A)